Colheita de flores

Colheita de flores

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

FERNANDO PESSOA

   THE PARISIAN - vendida
"Enquanto não superamos
a ânsia do amor sem limites
não podemos crescer
emocionalmente.
 Enquanto não atravessarmos
a dor da nossa própria solidão
continuaremos,
a nos buscar em outras metades.
 Para viver a dois, antes, é necessário ser um."
(Fernando Pessoa)

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

ELIZABETH BARRETT BROWNING

"Ama-me por amor do amor somente
Não digas: "Amo-a pelo seu olhar, o seu sorriso, o modo de falar
Honesto e brando. Amo-a porque se sente"

Minh'alma em comunhão constantemente com a sua. Porque pode mudar
Isso tudo, em sí mesmo,
ao passar do tempo, ou para tí unicamente

Nem me ames pelo pranto que a bondade
De tuas mãos enxuga, pois se em mim
secar, por teu conforto, está vontade.

De chorar, teu amor pode ter fim!
Ama-me por amor do amor, e assim
Me hás de querer por toda a eternidade."

(Elizabeth Barrett Browning)

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

VASO E ROSAS


                                     VASO E ROSAS
                          


"O amor constitui a ligação eterna indestrutível com Deus.
O amor é o poder ilimitado pelo qual o homem pode governar
o destino  de sua vida;
é o mesmo poder pelo qual Deus governa o Universo."
(H, Spencer Lewis)



terça-feira, 26 de janeiro de 2010

ELIZABETH BARRETT

 
"Amo-te quanto és  largo, alto e profundo.
Minh'alma alcança quando transportada.
Sente,  alongando os olhos deste mundo.
Os fins do ser, a graça entressonhada.
 
Amo-te em cada dia hora e segundo,
A luz do sol, na noite sossegada.
E é tão pura a paixão de que me inundo,
Quanto o pudor dos que não pedem nada

Amo-te com o doer das velhas penas,
com sorrisos, com lágrimas de preces,
E a fé da minha infância ingênua e forte.

Amo-te até nas coisas mais pequenas.
Por toda a vida. E, se assim Deus o quiser.
Ainda mais te amarei depois da morte.
(Elizabeth Barrett)

Li esse poema quando tinha uns 14 anos e nunca o esqueci, bem como o romance de Elizabeth Barret com o tambem poeta Robert Browning. Vale a pena ler a história deles.
Regina

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Carlos Drummond de Andrade


" Quando encontrares alguem e esse alguem fizer seu coração parar de funcionar por alguns segundos, preste atenção: pode ser a pessoa mais importante da sua vida.  Se os olhares se cruzarem e, neste momento, houver o mesmo brilho intenso entre eles, , fique alerta: pode ser a pessoa que você está esperando desde o dia que você nasceu.
Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante, e os olhos se encherem d'agua neste momento, perceba: Existe algo mágico entre vocês
Se o primeiro e último pensamento do seu dia for para essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar a apertar seu coração, agradeça: Deus te mandou um presente O AMOR
Por isto preste atenção nos sinais  - não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixem cego para a melhor coisa da vida: O AMOR"
(Carlos Drummond de Andrade )

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

MARTHA MEDEIROS


                                                 
                                                      PAISAGEM COLORIDA

"Sumi porque só faço besteira em sua presença, fico muda quando deveria verbalizar, digo um absurdo atrás do outro, quando melhor seria silenciar, faço brincadeiras de mau gosto e sofro antes durante e depois de te encontrar.
Sumi porque não há futuro e isso não é o díficil  de lidar, pior é não ter presente e o passado ser mais  fluido que o ar.
Sumi porque não há o que possa resgatar, meu sumiço é covarde mas atento, sumi porque sumir é um jogo de paciência, ausentar-se é risco e sapiência, meio fajuto meio autêntico , pareço desinteressado, mas sumi para estar sempre do seu lado, a saudade fará mais por nós dois que nosso amor e sua desajeitada e irrefletida permanência."
(Martha Medeiros) 

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

POVOS ÍNDIGENAS


                                                                                       CENA ANTIGA
                                                                               TELA   -    60 X 80 CM

             "NÓS CANTAMOS AS CANÇÕES QUE CARREGAM EM SUAS MELODIAS TODOS OS SONS DA NATUREZA....
                AS AGUAS CORRENTES, O CANTO DOS VENTOS E OS CHAMADOS DOS ANIMAIS.
              ENSINEM ISSO AS CRIANÇAS PARA QUE ELAS VENHAM A AMAR A NATUREZA COMO NÓS AMAMOS."

"Declaração solene dos povos índigenas)

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Zilda Arns


                                                     CAMPO FLORIDO 8
                                                  TELA 50X70CM    -    PINTURA A ÓLEO

" A saúde é um direito de todos e dever do Estado, não há desenvolvimento se não forem asseguradas as mínimas condições para que toda população brasileira, tenha acesso a saúde e a educação."
"Zilda Arns Neumann"
Um espírito de Luz e Bondade.
Sigamos seu exemplo de Amor, fazendo o que nos é possível, dentro das nossas possibilidades.



quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

VOLUNTARIADO - Gibran Khalil

                                                        ESPANHOLA - vendida

"O trabalho voluntário é para mim uma prece silenciosa.
  Deveis encontrar uma causa generosa à qual sacrificareis tempo e dinheiro, porque é assim que conhecereis a alegria  de dar.  Mais de que vossas posses, é quando derdes de vós próprios é que realmente dais."
(Gibran Khalil Gibran)

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

FLORBELA ESPANCA

                                 UM FIM DE TARDE PERFEITO
                                TELA - 60 X 80 X 2 CM    -                                                   
                                PINTURA Á ÓLEO    -     
                               vendida                                                       
    
                                                                                                                                                                                                              
''SE TU VIESSE VER-ME À TARDINHA
 QUANDO A NOITE DE MANSO SE  AVIZINHA               
HORA DE MÁGICOS  CANSAÇOS
E ME PRENDESSE TODA EM SEUS BRAÇOS.....

  O ECO DOS TEUS PASSOS...    OS TEUS    ABRAÇOS....          
QUANDO ME LEMBRO: ESSE SABOR QUE   T INHA ... 
A TUA BOCA....   
OS TEUS BEIJOS... A TUA MÃO NA MINHA...


SE TU VIESSES, LINDO E LOUCO    
TRAÇAR AS LINHAS, DULCÍSSIMAS DE UM BEIJO  
E É DE SEDA VERMELHA E CANTA E RÍ.                                                   
                                                                                                                                                
E É COMO CRAVO AO SOL A MINHA BOCA...                                                             
QUANDO OS OLHOS SE ME CERRAM DE DESEJO....
 E OS MEU BRAÇOS SE ESTENDEM PARA TÍ....."
                                                                                                                          
 (FLORBELA ESPANCA)                                                           
                                                                                                                       
                                                             

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Gabriel Garcia Marquez - Carta de despedida

                                                      ROSAS VERMELHAS
                                                       tela não disponivel

                      CARTA DE DESPEDIDA
"Se por um instante Deus se esquecesse de que sou uma marionete de pano e me presenteasse um pedaço de vida, aproveitaria esse tempo o máximo que pudesse.
 Possivelmente não diria tudo que penso, mas definitivamente pensaria em tudo que digo.
 Daria valor as coisas por aquilo que valem, senão pelo que significam.
 Dormiria pouco, sonharia mais, entendo que por cada minuto que fechamos os olhos, perdemos sessenta segundo de luz.
  Andaria quando os demais se detivessem, despertaria quando os demais dormissem.
  Se Deus me obsequiasse um pedaço de vida, me vestiria de maneira simples, me deitaria de bruços ao sol, deixando descoberto não somente meu corpo, senão minha alma.
  Aos homens eu provaria o quanto equivocados estão ao pensar que deixam de se apaixonar quando envelhecem, sem saber que envelhecem quando deixam de se apaixonar!
  A uma criança lhe daria asas, mas deixaria que ela aprendesse a voar sózinha.
  Aos velhos lhes ensinaria que a morte não chega com a velhice, senão com o esquecimento.
  Tantas coisas eu aprendi de vocês, os homens.... Eu aprendi que todo mundo quer viver em cima da montanha, sem saber que a verdadeira felicidade está na forma de subir a escarpada.
  Eu aprendi que quando um récem nascido aperta com seu pequeno punho, pela primeira vez o dedo de seu pai, o tem preso para sempre.
  Eu aprendi que um homem só tem o direito de olhar a um outro de cima para baixo, quando vai ajudá-lo a levantar-se.
  São tantas as coisas que eu pude aprender de vocês, mas realmente não haverão de servir muito, por  que quando me guardarem dentro desta maleta, eu estarei morto.
  Sempre digas o que sentes e faz o que pensas.
  Se soubesse que hoje fosse a última vez, que vou te ver dormir, te abraçaria fortemente e rezaria ao Senhor para ser o guardião de tua alma.
  Se soubesse que estes são os últimos minutos que te vejo diris "te quero", e não assumiria estupidamente, que você já sabe.
   Sempre há um amanhã e a vida nos dá outra oportunidade para fazer as coisas bem, mas se por acaso me equivoco e hoje é tudo o que nos resta, eu gostaria de te dizer o quanto te quero, e que nunca te esquecerei.
  O amanhã não está assegurado para ninguém, jovem ou velho.  Hoje pode ser a última vezque veja aos que amas.
  Porisso, não esperes mais, faça hoje, já que se o amanhã nunca chegar seguramente lamentarás o dia em que não tomastes  tempo para um sorriso, um abraço, um beijo e que estivestes muito ocupado para conceder-lhes um último desejo.
  Mantém aos que amas perto de tí, diga-lhes ao ouvido o muito que precisas deles, queira-os e trata os bem, tome tempo para dizer-lhes "sinto muito", "perdoa-me", "por favor", "obrigado" e todas palavras de amor que conheces.
  Ninguém te recordará pelos teus pensamente secretos.  Pede ao Senhor, a força e a sabedoria para expressá-los.  Demonstra aos teus amigos e seres queridos o quanto te importam.
  Se não o fizer hoje, o amanhã será igual ao ontem.
  E se não fizer nunca tampouco importa.
  O momento é este.
   Saudações com muito carinho!!!!
"Gabriel Garcia Marquez"

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

MARTHA MEDEIROS


                                                              CASARIOS

"Sou uma mulher madura
  Que as vezes anda de balanço
  Sou uma criança insegura
  Que as vezes usa salto alto
  Sou uma mulher que balança
  Sou uma criança que atura.
(Martha Medeiros)

"O amor sonha com a pureza
  sexo precisa de pecado
O amor é sonho dos solteiros
Sexo é sonho de casados."
(Arnaldo Jabor)

domingo, 10 de janeiro de 2010

MARTHA MEDEIROS


                                                           floral 53
                                                             tela não disponivel

"Saudade é não saber. Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos, não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento, não saber como frear as lágrimas diante de uma música, não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche."
(Martha Medeiros)

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

MARTA MEDEIROS

                                                            PAISAGEM  27
                                                             tela não disponivel
                                                    
"Pode invadir
 Ou chegar com delicadeza
 Mas não tão devagar que me faça dormir
Não grite comigo, tenho o péssimo hábito de revidar
Acordo pela manhã com ótimo humor.
Mas... permita que eu escove os dentes primeiro
Toque muito em mim
Principalmente nos cabelos
E minta sobre minha nocauteante beleza
Tenho vida própria
Me faça sentir saudades
Conte algumas coisas que me façam rir
Viaje antes de me conhecer
Sofra antes de mim para reconhecer-me
Acredite nas verdades que digo
E tambem nas mentiras, elas serão raras e sempre por uma boa causa.
Respeite meu choro
Me deixe sózinha
Só volte quando eu chamar
E não me obedeça sempre que eu tambem gosto de ser contrariada
Então fique comigo quando eu chorar, combinado?
Seja mais forte que eu e menos altruísta!
Não se vista tão bem....
Gosto de camisa para fora da calça,
Gosto de braços
Gosto de pernas
E muito de pescoço.
Reverenciarei tudo em você que estivér ao meu gosto: boca, cabelos, cheiros, olhos, mãos....
Leia, escolha seus próprios livros, releia-os. Odeie a vida doméstica e os agitos noturnos.
Seja um pouco caseiro e um pouco da vida
Não goste tanto de boate que isto é coisa de gente triste.
Não seja escravo, nem xiita contra.
Nem escravo meu
Nem filho meu
Nem meu pai.
Escolha um papel para você que ainda não tenha sido preenchido e o invente muitas vezes.
Me enlouqueça uma vez por mês.
Mas me faça uma louca boa
Uma louca que ache graça em tudo que rime com louca: loba, boba, rouca, boca....
Goste de música e de sexo
Goste de um esporte não muito banal
Não invente de querer muitos filhos
Me carregar para a missa, apresentar sua familia... isto a gente vê depois... se calhar...
Deixa eu dirigir seu carro, que você adora
Quero ver você nervoso e inquieto.
Olhe para outras mulheres
Tenha amigos que se tornem meus amigos e digam muitas bobagens juntos.
Me conte seus segredos.....
Me faça massagem nas costas.
Não fume
Beba
Chore
Eleja algumas contravenções.
Me rapte!
Se nada disso funcionar....
Experimente me amar."
(Marta Medeiros)

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

A VIAGEM DE TREM

GIRASSÓIS
                                             tela não disponível

"Faz algum tempo atrás, lí em um livro, que comparava a vida com uma viagem de trem.
  A vida não é mais que uma viagem de trem:
repleto de embarques e desembarques, salpicado de acidentes, surpresas agradáveis em alguns embarques e profundos de tristezas em outros.
 Ao nascer subimos no trem e nos encontramos com algmas pessoas, as quais cremos que sempre estaram conosco nesta viagem: nossos pais.
  Lamentávelmente a verdade é outra.
  Eles desceram em alguma estação deixando-nos orfãos de seu carinho, amizade e sua companhia.
não obstante, isto não impede que subam outras pessoas que serão muito especiais para nós.
  Chegam nossos irmão, amigos e amores maravilhosos.
  Dessas pessoas que sobem a este trem, há também os que vem, apenas de passagem como um simples passeio.
  Outros que, encontram apenas tristezas nesta viagem.
  E haverá outros que, circulando pelo trem, estarão sempre prontos para ajudar a quem necessite.
  Muitas ao sair deixam uma saudade permanente.....
  Outras passam tão inadvertidamente que nem sequer, nos damos conta que desocuparam o assento.
  É curioso constatar que alguns passageiros, que nos são tão queridos se acomodam em vagões diferentes do nosso.
  Por isso, nos obrigam a fazer o trajeto separado deles.
  Desde logo, nada nos impede que durante a viagem, percorremos nosso vagão e chegamos a eles....
  Mas lamentavelmente, não podemos sentar a seu lado, pois haverá outra pessoa ocupando o assento.
  Não importa fazer a viagem desse modo:
Cheio de desafios, sonhos e fantasias, esperas e despedidas...
  Mas, jamais regressos.
 Então, façamos esta viagem da melhor maneira possível.
  Tratemos de relacionar-nos, bem com todos os passageiros, buscando em cada um o melhor deles.
  Recordemos sempre que em algum  momento do trajeto, eles poderam titubear e provavelmente poderemos entendê-los.....
  Já que nós tambem, muitas vezes titubearemos e haverá alguem que nos compreenderá.
  O grande mistério, enfim, é que não saberemos jamais em que estação desceremos, muito menos, quando desceram nossos companheiros, nem sequer quem está sentado ao nosso lado.
  Fico pensando, se quando deixar o trem, sentirei nostalgia.....
  Acredito que sim.
  Separar-me de alguns amigos que fiz na viagem, será muito doloroso.
  Deixar que meus filhos sigam sózinhos, será muito triste.
  Mas me alegra pensar que, em algum momento, chegaram  a estação principal, e terei  a  grande emoção de vê-los chegar com uma bagagem que não tinham antes de embarcarem.
  Me sentirei feliz, saber que colaborei para que suas bagagens crescessem.
  Isso é valioso.
  Amigo meu, esperamos que nossa estada no trem, seja tranquila, que tenha valido a pena.
  Esperamos que no momento de desembarcar, nosso acento vazio, deixe uma recordação boa, aos que permanecerem.
  E a tí que fazes parte do meu trem, te desejo
  FELIZ VIAGEM.
 
 

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

ROSAS


ROSAS
                             tela não disponível

"OS VENTOS QUE AS VEZES TIRAM ALGO QUE AMAMOS, SÃO OS MESMOS QUE APRENDEMOS A AMAR.......
POR ISSO NÃO DEVEMOS CHORAR PELO QUE NOS FOI TIRADO.....
MAS SIM, APRENDER A AMAR O QUE NOS FOI DADO.....
POIS TUDO AQUILO QUE É REALMENTE NOSSO, NUNCA SE VAI PARA SEMPRE."