Colheita de flores

Colheita de flores

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

IEMANJÁ

               
                                                        IEMANJÁ
Iemanjá é proveniente de uma nação chamada EGBÁ, na Nigéria, onde existe um rio com o nome deste orixá.
Elá seria filha de OLOKUM (mar) e mãe da maioria dos orixás. Sua cor é branca, associada ao orixá OXALÁ e juntos teriam feito a criação do mundo.
Na Africa, Iemanjá é associada a fertilidade, fecundidade.
Nas danças míticas, seus iniciados, imitam o movimento das ondas, executando curiosos gestos,
ora como estivéssem nadando no mar, abrindo os braços, ora levando as mãos à testa e elevando-as ao céu, indicando as variações das ondas do mar.
Iemanjá segura um leque de metal e um espelho. Tem diversos nomes, (ou qualidades) referentes a diversidades e as diferentes profundidades dos trechos do rio "Yemoja".
Iemanjá representa a criação efetivada.
Seu  leque chamado  abebê, tem em seu centro um recorte, onde surge o desenho de uma sereia. E em outros modelos constam a lua e a estrela.
Complacente e pródiga, é responsável pela pescaria farta, além da vida em abundância de alimentos.
Ela não lembra a volúpia das sereias das lendas européias ou a Iara dos rios e mitos indígenas, mas é representada e cultuada com muito respeito, pois é a mãe da criação.
Seu  dia da semana é:  Sabádo