Colheita de flores

Colheita de flores

sexta-feira, 26 de março de 2010

Rabindrananth Tagore

                                                                   INDIANA I
"Há triunfos que só se obtem pelo preço da alma, mas a alma é mais preciosa que qualquer triunfo."


"Quanto maiores somos em humildade, tanto mais próximos estamos da grandeza."

"O poder infinito de DEUS não está na tempestade, mas na brisa."

"Quando as cordas de minha vida se afinarem, a cada toque seu, soará  a música do Amor."


(Rabindranath Tagore - Poeta da India)

domingo, 21 de março de 2010

FRASES DE VINICIUS DE MORAIS


"Homens são como um bom vinho.
Todos começam como uvas e é dever da mulher pisoteá-los e mantê-los no escuro
até que amadureçam e se tornem uma boa companhia para o jantar."
"Mulheres existem para serem amadas, não para serem entendidas."

"De tudo, ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento."
"Se o amor é fantasia eu me encontro ultimamente em pleno carnaval."

"A vida é a arte do encontro, embora haja tanto desencontro pela vida."
"Com as lágrimas do tempo e a cal do meu dia eu fiz o cimento da minha poesia."

(VINICIUS DE MORAIS)

quarta-feira, 17 de março de 2010

AMORTERAPIA

                                                            PAISAGEM   55

"Não há como negar ser o  amor a realidade mais punjante da vida.
Irradia-se de Deus e vitaliza o Universo, mantendo as Leis que produzem o equilibrio.
Todos os homens e mulheres que edificaram os ideais de felicidade humana fundamentaram o seu pensamento no amor pleno e incondicional.
Trancendendo definições, o amor é vida exuberante; é a razão básica da manifestação do ser que pensa e sente.
Jesus sintetizou todo código da sua doutrina no amor a Deus, ao próximo e a sí mesmo.
As modernas ciências da alma que penetraram na essência profunda das criaturas, fascinadas com as suas descobertas em torno dos conflitos e problemas, recorrem tambem ao Amor, para que ele solucione os enigmas existênciais e erradique os agentes causadores dos distúrbios interiores e exteriores que aturdem a humanidade.
Assim, o AMOR deve ser a causa, meio e fim para o comportamento humano feliz, que desperta com anseios de plenitude.
Amar é o grande desafio."
(Joana de Ângelis/Divaldo Pereira Franco)


segunda-feira, 15 de março de 2010

Clarice Lispector - COISAS DA VIDA

ROSAS COLORIDAS NO VASO


"Já escondi um amor com medo de perdê-lo,
Já perdi um amor por escondê-lo,
Já segurei nas mãos de alguem por estar com medo,
Já tive tanto medo ao ponto de não sentir minhas mãos.
Já expulsei pessoas que amava da minha vida,
Já me arrependi por isso....
Já passei noites chorando até pegar no sono,
Já fui dormir tão feliz, ao ponto de nem conseguir fechar os olhos...
Já acreditei em amores perfeitos,
Já descobri que eles não existem....
já amei pessoas que me decepcionaram,
Já decepcionei pessoas que me amavam...
Já passei horas na frente do espelho, 
Tentando descobrir quem sou,
Já tive certeza de mim,
ao ponto de querer sumir ...
Já menti e me arrependi...
Já falei a verdade e tambem me arrependi....
Já fingi não dar importância as pessoas que amava,
Para mais tarde chorar quieta em meu canto....
Já sorri chorando lágrimas de tristeza,
Já chorei de tanto rir...
Já acreditei em pessoas que não valiam a pena,
Já deixei de acreditar nas que realmente valiam....
Já tive crises de risos quando não podia...
Muitas vezes deixei de falar o que penso para agradar uns,
Outras vezes falei o que não pensava para magoar outros.
Já fingi ser o que não sou para desagradar outros...
Já senti muita falta de alguem,
Mas nunca lhe disse.
Já gritei quando devia calar.
Já calei quando devia gritar...
Já contei piadas e mais piadas sem graça,
Apenas para ver um amigo feliz...
Já inventei histórias de final feliz, para dar esperança a quem precisava....
Já sonhei demais,
Ao ponto de confundir com a realidade...
Já tive medo do escuro,
Hoje no escuro "me acho, me agacho, fico ali"....
Já caí inumeras vezes,
Achando que não iria me reerguer,
Já me reergui inumeras vezes, achando que não cairia mais...
Já liguei para quem não queria,
Apenas para não ligar para quem realmente queria....
Já corri atrás de um carro,
Por ele levar alguem que eu amava embora.
Já chamei pela mãe no meio da noite,
Fugindo de um pesadelo, mas ela não apareceu e foi um pesadelo maior ainda....
Já chamei pessoas próximas de "amigo", e descobri que não eram,
Algumas pessoas nunca precisei chamar de nada,
E sempre foram e serão especiais para mim....
Não me mostre o que esperam de mim, porque vou seguir meu coração!...
Não me façam ser o que não sou,
Não me convidem a ser igual,
Porque sinceramente sou diferente!....
Não sei amar pela metade,
Não sei viver de mentiras.
Não sei voar com os pés no chão....
Sou sempre eu mesma,
Mas com certeza não serei a mesma para sempre....
Com o tempo aprendi que o que importa não é o que você tem na vida, mas
QUEM você tem na vida....
E que bons amigos são a familia que nos permitiram escolher.
Gosto de cada um de vocês de um jeito especial e único.....
(Clarice Lispector)

sexta-feira, 12 de março de 2010

EU ENVELHECI

"Um dia desses uma jovem me perguntou como eu me sentia em ser velha.  Levei um susto, porque não me vejo como uma velha.  Ao notar minha reação a garota, ficou embaraçada, mas eu expliquei que era uma pergunta interessante e que eu pensaria a respeito e depois voltaria a falar com ela.
Pensei e concluí: a velhice é um presente.  Eu sou agora, provavelmente pela primeira vez na vida, a pessoa que sempre quis ser.  Oh, não meu corpo!  Fico incrédula muitas vezes ao me examinar, ver as rugas, a flacidez da pele, os pneus rodeando meu abdomem, através das grossas lentes dos meus óculos, o traseiro rotundo e os seios já caídos.   E constantemente examino essa pessoa velha que vive em meu espelho(e que se parece demais com minha mãe), mas não sofro muito com isso.
Não trocaria meus amigos surpreendentes, minha vida maravilhosa e o carinho da minha família por menos cabelos brancos, uma barriga mais lisa ou um bumbum mais durinho.
Enquanto fui envelhecendo, tornei-me mais condescendente comigo mesmo, menos crítica das minhas atitudes.
Torne-me amiga de mim mesma.
Não fico me censurando se quero comer um bolinho de chuva a mais, ou se tenho preguiça de arrumar a minha cama, ou se compro um anãozinho de cimento que não necessito, mas que ficou tão lindo em meu jardim. Conquistei o direito de matar minhas vontades, de ser bagunceira, de ser extravagante.
Ví muito amigos queridos deixarem este mundo cedo demais, antes de compreenderem a grande liberdade que vem com o envelhecimento.
Quem vai me censurar se resolvo ficar lendo ou jogar paciência no computador até as 4 horas da manhã, e depois acordar ao meio-dia?
Dançarei ao som daqueles sucessos maravilhosos das décadas de 50, 60, 70 e se, de repente chorar lembrando alguma paixão daquela época, posso chorar mesmo!
Andarei pela praia em um maiô excessivamente esticado sobre um corpo decadente e mergulharei nas ondas e darei pulinhos se quiser, apesar dos olhares penalizados dos outros.
Eles tambem, se conseguirem envelhecerão...
Sei que ando esquecendo muitas coisas, o que é bom para se  poder perdoar.
Mas, pensando bem, há muitos fatos na vida que merecem ser esquecidos.
E das coisas importantes, eu me recordo frequentemente.
Certo, ao longo dos anos meu coração sofreu muito. Como não sofrer se você perde um grande amor, ou quando uma criança sofre, ou quando um animal de estimação é atropelado, por um carro? Mas corações partidos são o que nos dão a força, a compreensão e nos ensinam a compaixão.
Um coração que nunca sofreu é um coração imaculado e estéril e nunca conhecerá a alegria de ser forte, apesar de imperfeito.
Sou abençoada por ter vivído o suficiente para ver meu cabelo embranquecer e ainda querer tingi-los a meu bel prazer, e por ter os risos da juventude e da maturidade gravados para sempre em sulcos profundos em meu rosto.
Muitos nunca riram, muitos morreram antes que seus cabelos pudessem ficar prateado.
Conforme envelhecemos fica mais fácil ficar positivo. E ligar menos para o que os outros pensam.
Eu não me questiono mais.
Conquistei o direito de estar errada e não ter que dar explicações.
Assim, respondendo a pergunta daquela jovem graciosa, posso afirmar:
"Eu gosto de ser velha"
Libertei-me!
Gosto da pessoa que me tornei!
Não vou viver para sempre mas, enqunto estiver por aqui, não desperdiçarei meu tempo lamentando o que poderia ter sido, ou me preocupando com o que virá.;
E comerei sobremesa todos os dias e repetirei, se assim me aprouver.
E penso que nunca me sentirei só.
Sou receptiva e carinhosa, e se amizades antigas teimam em partir antes de mim, outras novas, assim como você, vem a mim buscar o que terei sempre para dar enquanto viver:  Experiência e muito amor...."

terça-feira, 9 de março de 2010

SILÊNCIO


"Faça um pouco de silêncio interior.
Escute as harmonias da Criação e voe rumo as estrelas.
Abandone os ruídos perturbadores e penetre-se de quietude, serenando a ansiedade e aflições.
Deixe-se arrastar pelas vibrações de paz, silenciando a algazarra, o pandemônio interno.
Não lhe baste deixar de falar.
Equilibre as ondas mentais e ouça a música da Natureza.O silêncio é fonte geradora de energia saudáveis.
Ele irriga o coração, fomenta a esperança, dulcifica os sentimentos atormentados, penetra as fibras íntimas da emoção.
Em silêncio não pense em nada, não fuja de nada.
Quieto em sintonia com o Divino Pensamento, torne-se vibração de amor, afim de suportar os ruídos que aturdem as criaturas, quando retorne aos labores comuns.
Nada lhe perturbe o silêncio do coração.
O silêncio é dínamo de força e de juventude naquele que o preserva no comportamento.
Há vibrações de harmonia em toda parte, aguardando que as atitudes de silêncio profundo facultem a sintonia com elas.
Permaneça em silêncio todos os dias.
Texto extraído do Livro Paz Íntima - autor EROS - Divaldo Pereira Franco

segunda-feira, 8 de março de 2010

DIA INTERNACIONAL DA MULHER

SENSUALIDADE
"Mulher,
Mãe, amiga,  esposa, dona de casa, amante, cozinheira, professora, lavadora.....
Todas tem os mesmos predicados,
Algumas nasceram para serem mães  dedicadas extremosas,
outras é na area do trabalho que desenvolvem o seu potencial,
Outras ainda conseguem, ser empresárias de sucesso e mãe.
É com certeza um desafio muito grande, unir essas duas metades...
Mas, de uma maneira geral,  nos dias de hoje é desafiador ser uma só
para tantas tarefas diárias...
E hoje em dia é cada vez mais comum encontrar mulheres, batalhadoras, honestas, dedicadas,
morando em casas nada confortáveis,  procurando melhorar, estudando muitas vezes, para aumentar a
renda familiar.  Dormindo poucas horas por noite, e tendo de enfrentar 8 horas  de trabalho duro,
chegar do trabalho, enfrentar a viagem de ônibus lotados,  pôr a casa em ordem,  lavar, passar, varrer, e ainda ajudar os filhos nos deveres da escola.....
Sem pedir nada para ela!
Desejo a todas a mulheres, que um dia sejamos mais respeitadas, amadas e valorizadas.....
"FELIZ DIA INTERNACIONAL DA MULHER"

(Regina Schwingel)

                                 




sexta-feira, 5 de março de 2010

Clarice Lispector





FLORAL XXIII

"Mas chegará o instante em que me darás a mão, não mais por solidão, mas como eu
agora:  por amor"


"Passei a vida tentando corrigir os erros que cometi na minha ânsia de acertar."

(Clarice Lispector)

quinta-feira, 4 de março de 2010

Rabindranath Tagore

                                                  
IPE ROSA
"Se me é negado o amor, por que então, amanhece,
porque sussura o vento ao sul entre as folhas recem nascidas?
Se me é negado o amor, por que então,
A noite entristece com nostálgico silêncio as estrelas?
E por que este desatinado coração, continua.
Esperançado e louco, olhando o mar infinito?
( Rabindranath Tagore, escritor Indiano, Prêmio Nobel de literatura 1913)

quarta-feira, 3 de março de 2010

AMIZADE

                                                      PAISAGEM DO RIACHO

" Torna-te amigo de todas as pessoas.  Amizade é um tesouro do espírito, que deve ser repartido com as demais criaturas como um sol, irradia e felicita quantos a recebem.    Há uma imensa falta de amigos na Terra, gerando conflitos e desconfianças, desequilibrio e insegurança.
Quando a amizade escasseia na vida, o homem periga em sí mesmo.
Sê tu o amigo gentil, mesmo que, por enquanto experimentes incompreensão e dificuldades."
(Joana de Ângelis)

terça-feira, 2 de março de 2010

Joana de Ângelis

       
FAROL
"No interior do diamante bruto, escuro e informe, fulgura uma estrela que aguarda ser arrancada a golpes de cinzel e lâminas lapidadoras.
Não há ninguem, que não possua bondade interior.  Há nos refolhos da alma, a presença de DEUS como luz coagulada, aguardando os estímulos de fora, a fim de brilhar com alta potência."
(Joana de Ângelis) psicografia de Divaldo Franco