Colheita de flores

Colheita de flores

domingo, 25 de dezembro de 2011

PABLO NERUDA

                                     ROSAS VERMELHAS
                                         VENDIDA


ME ENCANTE!
Na luz do sol ou embaixo da chuva....
Me encante sem dizer nada, ou até dizendo tudo.
Sorrindo ou chorando.  Triste ou alegre...
Mas, me encante de verdade, com vontade...
Que depois, eu te confesso que me apaixonei,
E prometo te encantar todos os dias....
Pelo resto das nossas vidas!!!
(Pablo Neruda)



terça-feira, 15 de novembro de 2011

Luis Fernando Verissimo - A

                                                                FLORAL 145
                                                                  VENDIDA                                                   
                                                      
"Pensando bem em tudo a que a gente vê e vivencia
e ouve e pensa, não existe uma pessoa certa para a gente.
Existe uma pessoa que se for parar pra pensar,é,  na verdade, a pessoa errada.
Porque a pessoa certa, faz tudo certinho!
Chega na hora certa, fala as coisas certas,
faz as coisas certas, mas nem sempre a gente tá precisando de coisas certas.
Aí é a hora de procurar a pessoa errada.
A pessoa errada te faz perder a cabeça, perder a hora, morrer de amor,,,,
A pessoa errada vai ficar um dia sem te procurar
que é prá na hora de vocês se encontrarem
a entrega ser muito mais verdadeira.
A pessoa errada, é na verdade, aquilo que a gente chama de pessoa certa.
Essa pessoa vai te fazer chorar, mas uma hora depois estará enxugando suas lágrimas.
Essa pessoa vai tirar seu sono.
Essa pessoa talvez te magoe, e depois te enche de mimos pedindo seu perdão.
Essa pessoa pode não estar 100%  do tempo ao seu lado, mas vai estar 100% da vida dela esperando você.
Vai estar o tempo todo pensando em você.
A pessoa errada tem que aparecer prá todo mundo,
porque a vida não é certa.
Nada aqui é certo!
O que é certo mesmo, é que temos que viver cada momento, cada segundo,
amando, sorrindo, chorrando, emocionando, pensando e agindo, querendo, conseguindo.
E só assim, é possível chegar aquele momento do dia que a gente diz "Graças a Deus deu tudo certo."
Quando na verdade, tudo o que Ele quer, é que a gente encontre a pessoa errada, prá que as coisas comecem a funcionar direito prá gente".
(Luis Fernando Verissimo)

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

ALESSANDRO VARGAS - POETA





                                                    CAMINHO COLORIDO
                                                             VENDIDA

É POR TÍ

Você merece todas as poesias e poemas que ainda nem fiz.
É por tí todos os sonetos, odes e operas da idade média
Todas as melhores  orquestras do mundo  tocariam prá te ver feliz
E se por nada você sorisse eu comporia a melhor comédia.



E eu nasceria em todos os séculos e séculos até conquistá-la
E em todas as suas vidas eu gostaria de poder contemplar-te
Duelaria com seu prometido  mesmo ferido para poder levá-la
E fugiria à noite contigo no meu cavalo para qualquer parte.



E seria o criminoso mais destemido para protegê-la
Ou nas tabernas tocaria piano para vê-la dançando
Melhor seria morrer que viver sem sequer conhecê-la 
Mesmo assim eu a criaria para amá-la sonhando.


Alessandro Vargas

Fui homegeada com esta poesia no Blospot de Ale Vargas, fiquei comovida.  Suas poesias 
são de uma  sensibilidade incrivel.  não deixem de visitar e conhecer  http://alevargas.blogspot.com





quinta-feira, 20 de outubro de 2011

domingo, 11 de setembro de 2011

CORA CORALINA - "MINHAS MÃOS"



    
                                     NATUREZA MORTA
                                         50 X 70 CM
                                 CONSULTE DISPONIBILIDADE
                                                                   

   "MINHAS MÃOS"

Olha para estas mãos
de mulher roceira,
esforçadas mãos cavouqueiras.

Pesadas, de falanges curtas,
sem trato e sem carinho.
Ossudas e grosseiras.

Mãos que jamais calçaram luvas.
Nunca para elas o brilho dos anéis.
Minha pequenina aliança.
Um dia o chamado heróico emocionante:
-Dei ouro para o bem de São Paulo.

Mãos que varreram e cozinharam.
Lavaram e estenderam
Roupas nos varais.
Pouparam e remendaram.
Mãos domésticas e remendonas.

Íntima das economia,
do arroz e do feijão
da sua casa.
Do tacho de cobre,
Da panela de barro.
Da acha de lenha.
Da cinza da fornalha.
Que encestavam o velho barreleiro
e faziam sabão.

Minhas mãos doceiras...
jamais ociosas.
Fecundas, imensas e ocupadas.
Mãos laboriosas.
Abertas sempre para dar, ajudar,
unir e abençoar.

Mãos de semeador afeitas
à sementeira do trabalho.
Minhas mãos raízes,
procurando a terra.

Semeando sempre,
jamais para elas
os júbilos da colheita.

Mãos tenazes e obtusas,
feridas na remoção de pedras e tropeços,
quebrando as arestas da vida.
Mãos alavancas
na escava de construções inconclusas.

Mãos pequenas e curtas de mulher
que nunca encontrou nada na vida.
Caminheira de uma longa estrada.
Sempre a caminhar,
Sózinha a procurar
O  ângulo perdido, a pedra rejeitada

(Cora Coralina)






quinta-feira, 25 de agosto de 2011

LUIS FERNANDO VERISSIMO

                                                                A VIOLINISTA
                                                                        VENDIDA

"Um homem inteligente falando de mulheres."

"Tenho apenas um exemplar em casa, que mantenho com muito zelo e dedicação,
mas na verdade acredito que é ela que me mantém.
Mulher vive de carinho. Dê-lhe em abundância. É coisa de homem sim, e se ela não receber de você vai pegar de outro.
Beijos matinais e um "eu te amo" no café da manhã as mantém  viçosas e perfumadas durante
o dia todo.
Flores também fazem parte do seu cardápio - mulher que não recebe flores murcha rápidamente
e adquiri traços masculinos como rispidez e brutalidade.
Respeite a natureza. Você não suporta TPM?  case-se com um homem.
Mulheres menstruam , choram por nada, gostam de falar do próprio dia.
Não faça sombra sobre ela. Se você quisér ser um grande homem, tenha uma mulher
a seu lado, nunca atrás.
Assim quando ela brilhar, voce vai pegar um bronzeado.
Porém, se ela estivér atrás você vai levar um pé-na-bunda.
Aceite: mulheres tambem tem luz própria e não dependem de nós para brilhar.
O homem sábio alimenta os potenciais da parceira e os utiliza para motivar os próprios.
Ele sabe que, preservando e cultivando a mulher, ele estará salvando a sí mesmo.
É meu amigo se você acha que mulher é caro demais, vire gay."
Só tem mulher quem pode!
(Luis Fernando Verissimo)





quarta-feira, 17 de agosto de 2011

WILLIAN SHAKESPEARE

                                                                 
                                              ROSAS
                                             VENDIDA


"Aprendi que não posso exigir o amor de ninguem...
Posso dar boas razões para que gostem de mim...
E ter paciência para que a vida faça o resto."


                                                        PORTEIRA FLORIDA
                                                               VENDIDO
 
"O tempo é muito lento para os que esperam
Muito rápido para os que tem medo
Muito longo para os que lamentam
Muito curto para os que festejam
Mas, para os que amam, o tempo é eterno."
(Willian Shakespeare)
                                                           ROSAS VERMELHAS  38

"                                                             PORTÃO 18 VENDIDO
                                                            VASO DE ROSAS 102                                                                 VENDIDO


quinta-feira, 28 de julho de 2011

"HUMILDADE"

                                                   FLORAL DE ROSAS COLORIDAS
                                                               VENDIDO

"HUMILDADE"

Senhor, fazei com que eu aceite
minha pobreza tal como sempre foi.

Que não sinta o que não tenho.
Não lamente o que podia ter
e se perdeu por caminhos errados
e nunca mais voltou.


Dai, Senhor, que minha humildade
seja como a chuva desejada
caindo mansa,
longa noite escura
numa terra sedenta
e num telhado velho.


Que eu possa agradecer a Vós,
minha cama estreita,
minhas coisinhas pobres,
minha casa de chão,
pedras e tábuas remontadas.
E ter sempre um feixe de lenha
debaixo do meu fogão de taipa
e acender, eu mesma,
o fogo alegre da minha casa
na manhã de um novo dia que começa."


(Cora Coralina)





sábado, 2 de julho de 2011

PABLO NERUDA - A DANÇA

                                        ROSAS AMARELAS 
                                              VENDIDO


A DANÇA

"Não te amo como se fosse rosa de sal, topázio
ou flecha de cravos  que propagam o fogo:
te amo secretamente, entre a sombra e a alma.

Te amo como a planta que não floresce e leva
dentro de sí, oculta, a luz daquelas flores,
e graças ao teu amor, vive escuro em meu corpo
o apertado aroma que ascender da terra.

Te amo sem saber como , nem quando, nem onde,
te amo diretamente sem problemas nem orgulho:
assim te amo porque não sei amar de outra maneira.

Se não assim deste modo em que não sou nem és
tão perto que tua mão sobre meu peito é minha
tão perto que se fecham teus olhos com meus sonhos.
(Pablo Neruda)

terça-feira, 14 de junho de 2011

O CAMINHO DA PRAIA

http://catarse.me/pt/projects/183-o-caminho-da-praia 
AOS MEUS AMIGOS E VISITANTES, PEÇO A COLABORAÇÃO PARA O PROJETO:
http://ocaminhodapraia.com.br
blog do projeto:
http://ocaminhodapraia.com.br/blog

É o projeto de dois conceituados fotógrafos que querem fazer uma caminhada de 600 km, pelo litoral gaúcho  de Torres ao Chui, fotogrando e posteriormente editando um livro.


Qualquer contribuição pelo site catarse é bem vinda.
Informe- se no site.


Obrigado,
Regina




segunda-feira, 13 de junho de 2011

DIA DE SANTO ANTONIO

                                                 salve santo antonio

quinta-feira, 9 de junho de 2011

MARTA MEDEIROS - "JEITO DE SER"

                                                          AFRICANAS FLORISTAS
                                                             PAINEL  60 X 80 CM
                                                                          VENDIDO

JEITO DE SER

"Existe uma coisa difícil de ser ensinada, e que, talvez por isso, esteja cada vez mais rara: a elegância do comportamento. 

 É um dom que vai muito além do uso correto dos talheres e que abrange bem mais do que dizer um simples obrigado diante de uma  gentileza.

É a elegância que nos acompanha da primeira hora da manhã até a hora de dormir, e que se manifesta em ocasiões mais  prosaícas , quando não há festa alguma nem fotógrafos por perto.

É uma elegância desobrigada.
É possivel detectá-la nas pessoas que mais elogiam do que criticam.
Nas pessoas que escutam mais do que falam. E quando falam passam longe da fofoca, das pequenas maldades ampliadas  no boca a boca.
É possível detectá-la, nas pessoas que não usam um tom superior de voz ao se dirigir ao frentista.
Nas pessoas que evitam assuntos constrangedores porque não sentem prazer em humilhar os outros.
É possível detectá-la nas pessoas pontuais.

Elegante é quem demonstra interesse por assuntos  que desconhecem,
é quem presenteia fora das datas festivas , é quem cumpre o que promete, e, ao receber uma ligação, não recomenda antes  à secretária perguntar quem está
falando e só depois manda dizer se está ou não está.

Oferecer flores é sempre elegante.
É elegante não ficar espaçoso demais.
É elegante não mudar seu estilo apenas para se adaptar ao outro.
É elegante não falar em dinheiro em bate-papos informais.
É elegante retribuir carinho e solidariedade.

Sobrenome, jóias e nariz empinado, não substituem a elegância do gesto.
Não há livro que ensine alguém a ter uma visão generosa do mundo,
a estar nele de uma forma não arrogante.
Pode-se tentar capturar essa delicadeza natural através da observação,
mas tentar imitá-la é improdutivo.
A saída é desenvolver em sí mesmo a arte de conviver, que independe de status social; é só pedir licencinha para o nosso lado brucutu, que acha que com amigos não tem que ter essas frescuras.
Se os amigos não merecem uma certa cordialidade, os inimigos é que não irão desfrutá-la.
Educação enferruja por falta de uso.  E, detalhe: não é frescura.
(Marta Medeiros)


terça-feira, 3 de maio de 2011

FLÁVIO GIKOVATE





                                            ROSAS ROSAS
                                               vendido


"Não é apenas o avanço tecnológico que marcou este milênio.
As relações afetivas tambem estão passando por profundas transformações e revolucionando o conceito do amor.
O que se busca hoje é uma relação compatível com os tempos modernos, na qual exista, individualidade, respeito, alegria e prazer de estar junto, e não mais um relação de dependência em que um responsabiliza o outro pelo seu bem estar.
A idéia de uma pessoa ser o remédio para nossa felicidade, que nasceu com o romantismo, está fadada  a desaparecer neste inicio de século.
O amor romântico passa da premissa de que somos fração e precisamos encontrar nossa outra metade para nos sentirmos completos.
 Muitas vezes acontece até um processo de despersonalização que históricamente
tem atingido mais a mulher.
Ela abandona suas caracteristicas, para se amalgamar ao projeto masculino.
A teoria da ligação entre opostos tambem vem dessa raiz:  o outro tem que saber fazer o que eu não sei. Se sou manso ele deve ser agressivo , e assim por diante.
Uma idéia prática e de sobrevivência, e pouco romântica, por sinal.
A palavra de ordem deste século é parceria.
Estamos trocando o amor de necessidade pelo amor de desejo.
Eu gosto e desejo a companhia, mas não preciso, o que é uma coisa bem diferente.
Com o avanço tecnológico , que exige mais tempo individual , as pessoas estão perdendo o pavor de ficar sózinhas, e aprendendo a conviver melhor consigo mesmas.
Elas estão começando a perceber que se sentem fração, mas são inteiras.
O outro com o qual se estabelece um elo, tambem se sente uma fração.
Não é princípe ou salvador de coisa nenhuma.
É apenas um companheiro de viagem.
O homem é um animal que vai mudando o mundo  e depois tem que ir se reciclando, para se adaptar ao mundo que fabricou.
Estamos entrando na era da individualidade, o que não tem nada a ver com egoísmo.
O egoísta não tem energia própria: ele se alimenta da energia que vem do outro, seja ela financeira ou moral.
A nova forma de amor, ou mais amor,  tem nova feição e significado.
Visa a aproximação de dois inteiros e não a união  de duas metades.
E ela só é possivel aqueles que conseguem trabalhar sua individualidade.
Quanto mais o individuo for competente para viver sózinho, mais preparado estará para uma boa relação afetiva.
A solidão é boa, ficar sózinho não é vergonhoso.  Ao contrário dá dignidade a pessoa .
As boas relações afetivas são ótimas, são muito parecidas com o ficar sózinho, ninguém exige nada de ninguém e ambos crescem.
Relações de dominação e de concessão exageradas são coisas do século passado.
Cada cérebro é único .
Nosso modo de pensar e agir não serve de referência para avaliar ninguém. 
Muitas vezes, pensamos que o outro é nossa alma gêmea  e, na verdade,  o que fizemos foi inventá-lo ao nosso gosto.
Todas as pessoas deveriam ficar sózinha de vez em quando,  para estabelecer um diálogo interno e descobrir sua força pessoal.
Na solidão o indivíduo entende, que a harmonia e a paz  de espiríto só pode ser encontradas dentro dele mesmo e não a partir do outro.
Ao perceber isso.  ele se torna menos crítico e mais compreensivo quanto as diferenças, respeitando a maneira de ser de cada um.
O amor de duas pessoas inteiras é bem mais saudável.
Nesse tipo de ligação, há o aconchego, o prazer da companhia e o respeito pelo ser amado.
Nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém. Algumas vezes temos que aprender a nos perdoar a nós mesmos.....
(Flávio Gikovate - médico psicanalista)

No sul da Africa é usado um cumprimento :  "SAWABONA"
que quer dizer:
"EU TE RESPEITO EU TE VALORIZO VOCÊ É MUITO IMPORTANTE PARA MIM" 
E em resposta as pessoas dizem:" SHIKOBA " que é:


"ENTÃO EU EXISTO PARA VOCÊ".




 

quinta-feira, 21 de abril de 2011

PRINCIPIO DO VAZIO - JOSEPH NEWTON

"Tens o hábito de juntar objetos inúteis, acreditando que um dia, (não sabes quando) vais necessitar deles?
Tens o hábito de juntar dinheiro sem gastá-lo, pois imagina que ele no futuro  poderá faltar?
Tens o hábito de guardar roupas, sapatos, móveis, utensilios domésticos e outras coisas que jão não usas há muito tempo?
E dentro de tí?...
Tens o hábito de guardar raivas, ressentimentos, tristezas,  medos e outros sentimentos negativos?
Não faças isso!
Vai contra a tua prosperidade!
É preciso deixar um espaço, um vazio para que novas coisas cheguem  à tua vida.
É preciso se desfazer do inútil que há em tí e em tua vida para que a prosperidade possa acontecer.
A força deste vazio é que atrairá e absorverá tudo o que desejas.
Se acumulares objetos e sentimentos velhos e inúteis  não terás espaço para novas  oportunidades.
Os bens necessitam circular.  Limpe as gavetas, os armários, o depósito, a garagem... a mente...
Doe tudo aquilo que já não usas...
A atitude de guardar um monte de coisas inúteis  só acorrenta a tua vida,
Não são só os objetos guardados que paralisam tua vida.
Eis o significado da atitude de guardar:
quando se guarda, se considera a possibilidade de falta, de carência....
Acredita-se que, amanhã, poderá  faltar  e que não haverá maneira de suprir as necessidades.
Com esse pensamento, estás enviando duas mensagens ao teu cérebro e à tua vida:
A de que não confias no amanhã;
E que o novo e o melhor, NÃO são para tí...
Por isso te alegras guardando coisas velhas e inúteis!
Até o que já  perdeu  a cor e o brilho...
Deixa entrar o novo em tua casa ...
E dentro de tí.... "

(Joseph Newton)



                                                         campo de flores 34
                                                                 vendida 

sábado, 19 de março de 2011

CORA CORALINA



Cora Coralina pseudônimo de Ana Lins dos Guimarães Peixoto Bretas, nasceu na cidade de Goiás em 20 de agosto de 1889 , faleceu em Goiânia em 10 de abril de 1985, foi poetisa e contista brasileira.  Cora publicou seu primeiro livro aos  76 anos de idade.
Mulher simples, doceira de profissão.
Suas obras são baseadas no cotidiano do interior brasileiro, em particular dos becos e ruas históricas de Goiás. Começou a escrever seus primeiros textos aos 14 anos, publicando em jornais locais,  publicou em 1910 o conto "Tragédia na roça".
Casou-se em 1910, com o advogado Cantídio Tolentino Bretas , mudou-se para São Paulo, aonde viveu por 45 anos no Estado de São Paulo nos municipios de Avaré, Jaboticabal , São Paulo, Penápolis e Andradina, voltando a morar em Goiás em 1956. 
Senhora de poderosas palavras.   Ana  escrevia com simplicidade e seu desconhecimento  acerca das regras da gramática contribuiu para que sua produção artística priorizasse a mensagem ao invés da forma. Preocupada em entender o mundo n o qual estava inserida, e ainda compreender o real papel que deveria representar.  Ana parte em busca de  resposta no seu cotidiano, vivendo cada minuto na complexa cidade de Goiás, que permitiu a ela a descoberta de como a simplicidade pode ser o melhor caminho para atingir a mais alta riqueza do espírito.

sábado, 5 de março de 2011

BIOGRAFIA CHARLES CHAPLIN

                                                        ABSTRATO  XX
                                                         1,20 X 0,80 CM


   "Bom mesmo é ir a luta com determinação, abraçar a vida com paixão, perder com classe e vencer com ousadia...  Pois o triunfo pertence a quem se atreve."

"Creio no riso e nas  lágrima  como antídoto contra o ódio e o temor...."

"Não preciso drogar-me para ser um gênio.  Não preciso ser um gênio para ser humano.   Mas preciso do teu sorriso para ser feliz."

BIOGRAFIA DE CHARLES CHAPLIN

Charles Spencer Chaplin Jr., nasceu em Londres em 16 de abril de 1889 e faleceu em 25 de dezembro de 1977.
Mais conhecido como Charlie Chaplin foi ator, dançarino, roteirista, diretor e músico .  Chaplin
 foi um dos atores mais famosos  do período conhecido como a Era de Ouro do cinema dos Estados Unidos.
Além de atuar, Chaplin, escreveu, dirigiu, produziu e eventualmente compôs a trilha sonora de seus filmes. tornando-se uma das personalidades mais criativas e influentes da era do cinema mudo.  Chaplin foi fortemente influenciado por um antecessor, o comediante francês Max Linder, a quem ele dedicou um de seus filmes.
Sua carreira no mundo do entretenimento durou mais de 75 anos, desde suas primeiras atuações, quando ainda era criança nos teatros do Reino Unido durante a Era Vitoriana quase até sua morte aos 88 anos de idade. Sua vida pública e privada abrangia adulações e controvérsias. Juntamente com  Mary Pickford, Douglas Fairbanks e D.W. Griffith, Chaplin co-fundou  a United Artists em 1919.
Em 2008 , em uma resenha do livro Chaplin: A Life, Martin Sieff escreve. "Chaplin não foi apenas "grande", ele foi gigantesco. Em 1915, ele estourou um mundo dilacerado pela guerra trazendo  o dom da comédia, risos e alívio , enquento ele próprio estava se dividindo ao meio pela Primeira Guerra Mundial . Durante os próximos 25 anos , através da Grande Depressão  e da ascensão de Hitler, ele permaneceu no emprego. Ele foi maior que qualquer um . É duvidoso que algum outro índivíduo tenha dado mais entretenimento, prazer e alívio para tantos seres humanos, quando mais eles precisavam.Chaplin é o mais homenageado  cineasta de todos os tempos pela contribuição e desenvolvimente da  sétima arte. Ainda em vida foi condecorado pelos governos britânico (Cavaleiro do Império Britânico)  e francês ( Légion H'onneur) pela Universidade de Oxford (Doutor Honoris Causa)  e pela Academia de Artes e Ciência Cinematográficas dos Estados Unidos (Oscar Especial pelo conjunto da obra, em 1972).
Seu principal personagem é conhecido como Charlot, na França e no mundo francófono na Itália , Portugal, Espanha, Grécia, Romênia e Turquia e como Carlitos  e tambem " O vagabundo" (The Tramp) no  Brasil,  um andarilhos pobretão que possui todas as maneiras refinadas e a dignidade de um cavalheiro, usando um fraque preto esgarçado , calças e sapatos desgastados e mais largos que o seu número, um chapéu de coco  ou cartola, uma bengala de bambu e - sua marca pessoal um pequeno bigode-de-broxa.
Chaplin fou uma das personalidades mais criativa  que atravessou a era do cinema mudo, atuou, escreveu, dirigiu, produziu e financiou seus próprios filmes. Foi tambem um talentoso jogador de xadrez. e chegou a enfrentar o campeão estadunidense  Samuel Reshevsky."


                                                    

sábado, 26 de fevereiro de 2011

PINTURAS EM TELA À VENDA

ARTISTA:  REGINA Y SCHWINGEL
PAGAMENTO : DEPÓSITO EM CONTA CEF
OU
ACEITO CARTÕES DE CRÉDITO ATRAVÉS DO PAG SEGURO
PARCELADO EM ATÉ 12 VEZES
PRAZO DE ENTREGA 15 DIAS
ENVIAMOS ATRAVÉS DE SEDEX
CUSTOS DO FRETE POR CONTA DO COMPRADOR
QUALQUER DÚVIDA ESTOU A DISPOSIÇÃO PARA ESCLARECÊ-LA

                                                 CAMPO DE FLORES XXII
                                                        CÓDIGO   1373
                                         PINTURA MISTA - ÓLEO E ACRILICO
                                                          ENVERNIZADA
                                                           1,20 X 0,90 CM                                                      
                                                        vendida
                                            


CÓDIGO   1578
                                                              PAISAGEM DO RIO II
                                                                 PINTURA A ÓLEO
                                                       
                                                                    1,00  X 0,70 CM
                                                                   V ENDIDA                                              

CÓDIGO   1452
PORTÃO FLORIDO
                                                              PINTURA Á ÓLEO
                                                                  60X 40 CM
                                                           VENDIDA

                             
                                                             CÓDIGO 1234
                                                  PAISAGEM ENSOLARADA
                                                            50 X 70 CM
                                                     PINTURA A ÓLEO
                                                      

                                                                      ´CÓDIGO 1754
                                                                      CUBISMO   XX
                                                                            50 X 60 CM
                                                                      PINTURA A ÓLEO
                                                                        VENDIDA



                                                                CÓDIGO 1789
                                                   NATUREZA MORTA CUBISTA
                                                         PINTURA A ÓLEO
                                                              50 X 60 CM
                                                          VENDIDA


                                                              CÓDIGO  1864
                                                 NATUREZA MORTA CUBISTA V
                                                               50 X 60 CM
                                                          PINTURA A ÓLEO
                                                              VENDIDA

PORTEIRA COM ARVORE FLORIDA
50X 70 CM
PINTURA A  ÓLEO
VENDIDA


FACHADA COM  FLORES
40 X 60 CM
VENDIDA


                                                              VASO DE ROSAS
                                                                    50 X 60 CM
                                                           PINTURA A ÓLEO
                                                              VENDIDA



CASARIOS FLORIDOS
CÓDIGO  1292
PINTURA A ÓLEO
50 X 70CM
VENDIDA

JESUS
CÓDIGO  1658
PINTURA A ÓLEO
50X70CM
VENDIDA

                                                    NATUREZA MORTA ROMÃS E UVAS
                                                               CÓDIGO  1453
                                                          PINTURA A ÓLEO
                                                                60 X 90CM
                                                              
                                                          FLORAL XXX
                                                         CÓDIGO  1980
                                                     PINTURA ACRILICA
                                                           60 X 80CM
                                                           VENDIDA


                                                         ABSTRATO  XV
                                                           CÓDIGO  1532
                                                             70 X 90CM
                                                      PINTURA A CRILICA
                                                           

PAISAGEM DO IPÊ
CÓDIGO  1256
PINTURA A ÓLEO
60 X 90CM



                                                        RIACHO DE PEDRAS
                                                            CÓDIGO  1467
                                                               50 X 80CM
                                                          PINTURA A ÓLEO
                                                             VENDIDA
                                                        FLORAL  DE ROSAS BRANCAS
                                                              CÓDIGO  765
                                                           PINTURA A ÓLEO
                                                                 50 X 60CM
                                                                VENDIDA

                                                        FLORAL VIOLINOS E ROSAS
                                                                 CÓDIGO 1098
                                                                  50 X 70CM
                                                         PINTURA A ´ÓLEO
                                                            VENDIDA

                                                       JARRO DE ROSAS
                                                           CÓDIGO 1056
                                                        PINTURA A ÓLEO
                                                             50 X 70CM
                                                           VENDIDA



VISITE:  www.artmajeur.com/reginajschwingel