Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2011

Artur da Távola - AMOR MADURO

Imagem
FLORAL DE ROSAS

O AMOR MADURO
"O amor maduro não é menor em intensidade.
Ele é apenas silencioso.
É mais definido colorido e poetizado.
Não carece de demonstrações.
Presenteia com a verdade do sentimento.
Não precisa de presenças exigidas.
Amplia-se com as ausências significativas.
O amor maduro tem e quer problemas,sim, como tudo.
Mas vive dos problemas da felicidade.
Problemas da felicidade são formas trabalhosas de construir, o bem, o prazer.
Problemas de infelicidade não interessam ao amor maduro.
Na felicidade está o encontro de peles,  o ficar com o gosto da boca e o cheiro do outro- está a compreensão antecipada,  a adivinhação, o presente de valor interior, a emoção vivida em conjunto, os discursos  silenciosos da percepção, o prazer de conviver,  o equilibrio de carne e de espirito.
O amor maduro é a valorização do melhor do outro e a relação com a parte salva de cada pessoa.
Ele vive do que não morreu, mesmo tendo ficado para depois, vive do que fermentou, criando dimensões  novas par…